javascriptNotEnabled

Home / Cursos / Intermediário /

Bankroll

Variância e Bad Beats

Muitas pessoas acreditam que o poker é um jogo de sorte, mas, na realidade, ele é um jogo de habilidade, e, ao longo do tempo, o desenvolvimento de um jogo correto levará ao sucesso em todas as situações. Simplificando, se jogar um poker melhor do que seus oponentes, você ganhará a longo prazo. A curto prazo, entretanto, a sorte pode desempenhar um papel maior, algo sobre o que você detém um controle muito pequeno. Mesmo que esteja jogando corretamente e fazendo todas as jogadas certas, ainda assim poderá perder caso seja atingido por uma maré de má sorte. O segredo é aprender como lidar com situações como essas, e certificar-se de que elas não tenham um efeito negativo sobre seu jogo.

A 'Bad Beat'

Muitos jogadores inexperientes podem queixar-se de ter passado por um 'bad beat', quando, na realidade, podem ter sido simplesmente derrotados por uma mão que era apenas secundariamente mais fraca que a deles. Um bad beat genuíno ocorre quando você tem uma mão que é claramente a favorita e dá aos seus oponentes pouquíssimas chances de se recuperar, mas ainda assim eles acabam encontrando as cartas de que precisam.


  • Aqui está um típico exemplo de bad beat:
O jogador A tem , o jogador B está segurando . Ambos jogadores foram all-in num flop . Nesse momento, o jogador A é favorito com 98% de chances de ganhar a mão. O jogador B precisa que as próximas duas cartas sejam um dez e uma dama (para fazer uma seqüência), dois reis para um full house, ou os dois valetes restantes para dividir o pote. O turn veio , e o river traz de fato outro rei, o que significa que o Jogador B vence a mão com um full house.

Entretanto, freqüentemente o que um jogador acredita ser um bad beat deve-se na realidade a uma falta de conhecimento das odds das mãos que eles acham que deveriam ter ganho o pote com certeza.

  • Considere este exemplo:

Um torneio se encontra em seus últimos estágios. O Jogador A está no big blind segurando . O Jogador B está no botão e decide entrar all-in com pelas últimas poucas fichas, depois que todos os outros desistiram antes dele. Considerando-se que o Jogador A tem uma mão muito forte, ele paga. A mesa exibe e o Jogador B ganha a mão com um par de setes.

O Jogador B teve mesmo sorte? Foi um bad beat para o Jogador A? Analisemos as probabilidades. é favorito contra antes do flop, mas por apenas 60% contra 40%. Logo, perde em quatro de dez casos, se nos basearmos puramente na matemática. E significa, portanto, que NÃO se trata de um bad beat.

É interessante notar que os jogadores freqüentemente se lembram mais de bad beats do que das situações em que a sorte esteve ao seu lado. Há também um engano comum em acreditar que existem mais bad beats online do que em jogos ao vivo, o que não é verdade. Estatisticamente falando, ambos ocorrem com a mesma freqüência, quer você jogue online ou num casino. Mas porque você consegue jogar mais mãos por hora online, a probabilidade de que os jogadores experimentem o que consideram ser bad beats aumentará inevitavelmente.

A forma de superar o bad beat é lembrar-se de que vai ganhar dinheiro de seu oponente no longo prazo caso ele continue a fazer jogadas ruins. Em vez de ficar irritado, explore suas fraquezas para se beneficiar ao máximo. As leis da probabilidade e da matemática determinam que o jogador que continua arriscando todas suas fichas com a pior mão perderá no longo prazo, o que na realidade faz dele o tipo de jogador que você deseja em sua mesa. É por esta razão que o autor de estratégias de poker Matthew Hilger afirmou "Bad beats são amigos de um bom jogador de poker." (2004).

Downswings

Um downswing descreve uma sequência ruim no seu jogo em que você sofre perdas apesar de estar jogando corretamente. Dito de maneira simples, as cartas não estão a seu favor. Em momentos como este, é essencial observar o que se segue:

1. Atenção para o "Tilt"

Se você joga corretamente e ainda assim perde por um longo período de tempo, isso pode facilmente ocasionar o que é chamado de 'tilt' - um estado emocional que lhe impede de jogar o seu melhor poker, levando a mais perdas causadas por jogadas que você sabe estarem erradas. Na maioria dos casos, o tilt é ocasionado por um bad beat ou por um downswing. Você deve evitar entrar em tilt a todo custo, já que não estará apto a tomar decisões corretas nesse estado. Caso se sinta tiltado, você deverá se afastar da mesa e dar um tempo, para que possa proteger sua conta bancária e recuperar o melhor do seu estado mental.

2. Mantenha-se fiel a uma sólida gestão de bankroll

Uma gestão sólida de bankroll é vital durante um downswing, já que existe um risco de perdê-lo por completo. Por esta razão, é recomendável que você reduza seus limites ou dispute menos mesas e mãos, evitando perdas ainda maiores.

3. Evite realizar mudanças irracionais no seu jogo

Um downswing também poderá fazê-lo duvidar de seu jogo, o que resultará na alteração de seu estilo habitual. Isso pode ser ainda mais prejudicial e deve ser evitado na maioria dos casos, mesmo que pareça funcionar a curto prazo. Busque sempre, ampliar seus conhecimentos sobre o jogo aprendendo novas técnicas e mudando de marcha quando necessário, mas evite abandonar as estratégias básicas já comprovadas, tais como utilizar um estilo de jogo conservador-agressivo (tight-aggressive).

Como você pode ver, lidar com um inevitável downswing é difícil, mas essencial. Siga firmemente os conselhos acima e você deverá estar apto a lidar com isso, contornar a situação e voltar a aproveitar novamente o poker.

Upswing

Um upswing é o oposto de um downswing. É um período de tempo em que você experimenta uma maré incrível de boas cartas no momento certo, resultando em lucros acima da média. Quando as coisas estão indo bem, o poker se torna divertido e isso aumenta a confiança em seu jogo. Entretanto, upswings também podem ser perigosos. Eles podem fazer com que você superestime suas habilidades e, portanto, dispute mãos demais e blefe muito freqüentemente. É fácil começar pensando que você não pode errar, e começar a fazê-lo sem perceber. Isto deve ser evitado a todo custo.
O erro mais prejudicial que pode ser cometido durante um upswing é o de começar a jogar num nível mais alto, simplesmente porque conseguiu acumular uma soma significativa de dinheiro num curto espaço de tempo. Isso pode ser desastroso, já que sua maré boa pode acabar a qualquer momento, ou pior, você pode arriscar perder seu bankroll jogando além do limite. A gestão de bankroll é, portanto essencial durante um upswing, tal como é durante um downswing.

Conclusão

No poker, a sorte é um fator sobre o qual não temos controle, e pode desempenhar um grande papel a curto prazo. Por outro lado, são esses aspectos que tornam o jogo tão interessante e atrativo: se o melhor jogador sempre vence, o poker seria tedioso no final das contas. Felizmente, o melhor jogador sempre prevalece a longo prazo, e a habilidade de lidar com bad beats, downswings, upswings e a gestão de bankroll são características que lhe ajudarão por muito tempo.


Fazer o Quiz Aprendeu tudo?
Fazer o Quiz
Novo por aqui? Faça nossa Avaliação de Poker para iniciar o seu aprendizado.
já é um membro? Fazer Login
javascriptNotEnabled
Aprenda Estratégias básicas até avançadas
Pratique Melhore suas habilidades com os nossos Instrutores
Ganhe! Se estabelecer como um jogador ganhador
/COMECE A JOGAR AGORA/
The League Bem-vindos à The League, a maior competição de poker online de todo o...
The League - Ganhe prêmios de poker todos os meses
Mais