javascriptNotEnabled

Home \ Comunidade \ Blogs \

Paciente e oportunista

A calma de esperar as boas oportunidades faz o jogador prosperar.
Enviar MP

Saudações,

Ontem lembrei essa frase, que intitula esse texto, do grande pensador Homer Simpson. Sempre estamos procurando algo ou alguém para culpar pelas nossas falhas, seja na vida ou no pôquer.

No caso do pôquer, as coisas tomam uma proporção bem intensa, pois o jogo envolve diretamente questões relacionadas ao ego. É muito mais fácil dizer que o vilão jogou mal e foi sortudo, do que admitir que em algum momento nós erramos.

De fato, algumas vezes somos derrotados por casos fortuitos, mas isso não representa nada quando consideramos o longo prazo. Ultimamente tenho me dedicado a revisar bastante meu jogo. Percebi que realmente há algumas mãos em que sou azarado, mas boa parte do dinheiro que vai embora é por falha minha, principalmente em potes não muito grandes, que não causam muito impacto na memória, mas que se forem considerados no longo prazo, fazem uma grande diferença no final. Sugiro que vocês prestem um pouco de atenção em alguns aspectos de seus jogos, procurando por onde o dinheiro está escapando.

Acredito que um dos principais pontos para alcançar a tal sonhada lucratividade é assumir total responsabilidade sobre o jogo. Aceitar que tudo acontece como consequências das nossas ações. Entendo que algumas vezes é impossível escapar, mas boa parte das situações que chamamos de “bad beats” podem ser evitadas, quando não inflamos demais nossos egos e desistimos de mãos que sabemos estarem derrotadas. Esse é um exercício diário: ter humildade para foldar um monstro, que sabemos estar perdendo. Por exemplo, há alguns dias, mesmo já tendo colocado muito dinheiro no pote, foldei um full house no river, pois tinha certeza que estava perdendo. Hoje, não consegui foldar um AA num bordo muito esquisito, em que dificilmente eu estaria na frente. De quem foi a culpa? Minha com certeza não foi! Foi do vilão que pagou a 3bet com um lixo e flopou o nuts. Ou melhor, foi do site que arma situações pra acabar com a gente.

Essa é uma das desculpas mais comuns: responsabilizar o site, quando na verdade estamos jogando desconcentrados ou apegados às cartas.

Muita gente reclama que não consegue ganhar nos micro porque os vilões não soltam nada. É muito simples: não tente blefar esses caras.

Reclamam também que eles jogam com quaisquer mãos, ainda mais simples: regule bem seu range inicial.

Culpamos a mulher que veio achar de conversar na hora em que estamos jogando. Culpamos o vizinho que ligou o som, com aquela música que detestamos. Culpamos o universo. Só não culpamos aquele que deveríamos responsabilizar.

Nos últimos dias tenho percebido que meu maior adversário sou eu mesmo. Não é a variância. Não são os vilões insanos. Sou eu.

Sou eu que tenho que me desafiar a tomar as melhores decisões. Sou eu que tenho que manter a calma quando tudo parece que vai desmoronar.

Então é isso. Vamos parar de procurar desculpas para os nossos fracassos e assumir nossa total responsabilidade sobre os resultados. Isso vem com estudo e disciplina. Com conhecimento e foco.

Obrigado pela leitura.
Nos vemos nas mesas.
Abraços.

Para fazer um comentário, você precisa realizar seu login ou se registrar.
Fazer o Quiz
Novo por aqui? Faça nossa Avaliação de Poker para iniciar o seu aprendizado.
já é um membro? Fazer Login
javascriptNotEnabled
Aprenda Estratégias básicas até avançadas
Pratique Melhore suas habilidades com os nossos Instrutores
Ganhe! Se estabelecer como um jogador ganhador