javascriptNotEnabled

Home \ Comunidade \ Blogs \

Paciente e oportunista

A calma de esperar as boas oportunidades faz o jogador prosperar.
Enviar MP

Saudações,

 

Quando criança, nos dias que não tinha aula, eu gostava ir para o quintal no começo da manhã para ver as formigas trabalhando. Passava um bom tempo observando como elas se comportavam, indo e voltando incansavelmente entre a fonte de alimento e o formigueiro.

Há alguns meses escrevi um texto intitulado o pôquer e a seleção natural, fazendo algumas analogias entre situações da natureza e os possíveis comportamentos nas mesas. Embora minha formação seja na área das ciências humanas, acredito que a natureza tem todas as respostas. Sempre que estivermos estagnados, alguma ideia dentro da teoria geral da evolução poderá indicar um caminho.

No caso das formigas, é impressionante a sua capacidade de organização e disposição para o trabalho, sempre fazendo pequenas ações para alcançar um objetivo maior. Repetindo o mesmo processo inúmeras vezes, carregando migalhas, elas conseguem construir uma sociedade organizada e autossuficiente. Mesmo quando algum fator externo, natural ou antrópico (eu), bagunçava a parte exterior do formigueiro, no outro dia, elas estavam lá novamente reconstruindo tudo.

Eis aqui uma preciosa lição da natureza para os iniciantes jogadores de pôquer, que ainda estão na fase de construir um Bankroll: sejam como as formigas.

Nessa fase em que a maioria de nós se encontra, o mais importante não é almejar um Big Hit, ganhar um grande torneio e construir um caixa de um dia para o outro. Penso que é preciso procurar ganhos constantes, mesmo que pequenos. Embora deva ser muito bom cravar um belo torneio e puxar uma nota (ainda não tive esse prazer), é sempre bom estar subindo, ainda que lentamente.

Por exemplo, ontem durante meus jogos de cash (estou conseguindo ganhar mais assim do que em torneios), comecei a sessão muito mal, apanhei bastante e cheguei a ficar quase cinco buy-ins para baixo, perto de dez dólares de prejuízo.

Nessas mesas, há vários jogadores que nos dão bastante dinheiro, fazendo jogadas absurdas. Todavia, algumas vezes eles acertam aquelas mãos terríveis e ganham nosso precioso dinheirinho (tema para um próximo texto). Infelizmente, tive o desprazer de perder algumas mãos assim na mesma sessão, alguns potes gigantes, o que me fizeram ficar down e um pouco frustrado.

Parei de jogar. Só retornei muitas horas depois, com a cabeça fria. Nessa nova sessão, ganhei das mãos absurdas dos vilões, conforme a teoria do longo prazo indica que irei ganhar a maioria das vezes, e em menos de uma hora recuperei tudo o que tinha perdido na sessão anterior e obtive um pequeno lucro, bem pequeno mesmo, em torno de $0,30, fazendo com que terminasse o dia ganhando e com a sensação de dever cumprido.

Obviamente ninguém quer jogar centenas de mãos por dia para ganhar tão pouco, mas, definitivamente, terminar o dia pra cima sempre será melhor do que amargando derrotas.

Voltamos às formigas e ao seu trabalho incansável. Elas passam o dia carregando pequenas porções de alimento, mas sempre terminam o dia com os provimentos necessários para a manutenção e gradual ampliação da estrutura geral.

Esse é o comportamento que devemos tentar copiar: sempre subir/crescer, mesmo que lentamente. Na verdade, talvez o mais importante disso tudo seja o “lentamente”, pois durante todo esse processo iremos vivenciar uma miríade de situações que nos farão amadurecer a nós mesmos e, consequentemente, o nosso jogo, o que dificilmente aconteceria no caso de ganharmos uma boa quantia prematuramente.

Nesse ponto, não podemos esquecer as “formigas gananciosas”. Às vezes, uma delas tentava carregar algo que estava além da sua capacidade, um fardo muito grande. Ia se arrastando, cambaleando, parando no meio do caminho, enquanto as outras formigas, sensatas, a ultrapassavam inúmeras vezes, carregando a quantidade ideal.

A construção do Bankroll deve coincidir com a capacidade técnica do jogador. Conforme este vai aprimorando suas habilidades, o caixa vai crescendo na mesma proporção. Não adiantaria muita coisa um jogador ter 1K para jogar torneios de dez dólares se ele ainda não consegue bater nem os torneios de um dólar. Quantas vezes não vimos jogadores que conseguiram ganhar uma quantia razoável e perderam tudo novamente?

Portanto, vamos com calma e determinação. Ganhando um pouquinho de cada vez, na mesma velocidade em que evoluímos no jogo. Gerenciando bem o Bankroll em formação. E mesmo quando algum fator externo bagunçar nossa banca (variância, downswing), devemos retornar para reconstruir tudo, lentamente, com paciência e obstinação.

Da minha parte, sigo com o objetivo pessoal de ganhar sem fazer depósitos; construir um império a partir do nada, tal qual o império das formigas.

 

Obrigado pela leitura.

Grande abraço.

Nos vemos nas mesas.

Para fazer um comentário, você precisa realizar seu login ou se registrar.
Fazer o Quiz
Novo por aqui? Faça nossa Avaliação de Poker para iniciar o seu aprendizado.
já é um membro? Fazer Login
javascriptNotEnabled
Aprenda Estratégias básicas até avançadas
Pratique Melhore suas habilidades com os nossos Instrutores
Ganhe! Se estabelecer como um jogador ganhador