javascriptNotEnabled

Home \ Comunidade \ Blogs \

Paciente e oportunista

A calma de esperar as boas oportunidades faz o jogador prosperar.
Enviar MP

Saudações,

 

É natural ficarmos desanimados, quando vemos nosso stack ser transformado em pó; quando ficamos com uma quantidade muito reduzida de fichas. Mas não podemos desistir.

Hoje vou falar de duas experiências recentes que tive, em que estava "morto" no torneio, mas consegui me recuperar.

A primeira aconteceu no começo desta semana, enquanto eu disputava o MTT 0,11 Turbo. Logo após a bolha estourar, nas primeiras mãos do ITM, eu já estava bastante short e perdi um pote que me deixou com apenas 94 fichas (isso tudo), em um momento em que os blinds eram 400/800. Nessa situação, apenas uma jogada era possível: all in com qualquer mão.

Para dificultar ainda mais as coisas, recebi uma mão lixo. Não tinha escolha, tive que apostar todas as minhas gloriosas 94 fichas. Nessa circunstâncias, os vilões tinham o dever moral de me pagar com qualquer mão. Acertei um par, eles não acertaram nada. Pote para mim. Agora estava com pouco mais de 1k, pois os antes já estavam um pouco altos.

A situação ainda era muito ruim, eu precisava shovar antes que os blinds passassem por mim. Esperei uma mão, na outra minhas fichas estavam todas no pano. Novamente correu tudo bem e eu puxei o pote, que me deixou com uns 4 BBs.

Admito que tive muita sorte nessas duas mãos. Nem só de técnica e habilidade se faz um jogador de poker. Um pouco de sorte é fundamental.

Ainda estava numa situação muito pereigosa, mas agora podia respirar e pensar no que era possível fazer com aquelas fichas. Deixei passar algumas mãos, e fui ao ataque mais uma vez. Dessa vez não foi sorte, ganhei com habilidade, venci dois vilões e tripliquei meu stack.

Agora com uns 13 BBs, saí do desespero e pude ampliar as jogadas. Pouco tempo depois, recebi uma mão monstro, que deveria ter shovado pré-flop, mas não podia correr o risco de desperdiçar aquela chance. Decidi jogar mais passivamente para pegar dois jogadores de uma vez. Tudo correu como o planejado e consegui triplicar meu stack mais uma vez.

Agora estava confortável para jogar normalmente.

Fui administrando meu stack, até cair na 110ª posição, de um field 2640 jogadores. Não lembro como perdi, estou aprendendo a esquecer esses momentos ruins, mas isso é um dos temas do meu próximo post.

Hoje, passei por uma situação semelhante, todavia, menos dramática.

Estava em um torneio identico àquele, mas agora na fase pré bolha, sobrevivendo com 3BBs. Nessa situação, eu deveria shovar qualquer mão com algum valor, mas decidi esperar; esperar pelo cenário em que eu pudesse ganhar. Deixei passar algumas mãos em que o shove era possível, mas que, pela dinâmica da mesa, não me parecia que teria sucesso. Até que apareceu a oportunidade e eu consegui dobrar, e respirar.

Explorei algumas outras situações e consegui ficar com uns 13BBs. Como sempre paciente e oportunista.

Estava em uma mesa cheia de big stacks. Em determinado momento, já no ITM, o maior de todos, o chip leader da mesa, abriu do UTG, recebeu um all in de um short no meio da mesa e a ação chegou até mim, no botão, com AA.

Essa era a mão que iria definir meu futuro no torneio. Com aquela quantidade de fichas, a ação correta seria o shove, sem dúvida, mas novamente decidi fazer diferente. Mantive a calma, o sangue frio, e apenas paguei. Paguei pois sabia que os jogadores nos blinds eram muito agressivos e iriam se envolver.

Foi exatamente o que aconteceu. Os dois entraram na mão e a ação chegou de novo no big stack, que apostou tudo. Paguei instantaneamente, Os jogadores dos blinds pensaram, mas pagaram também.

Colocar meus AA para jogar contra quatro adversários foi uma jogada muito arriscada, mas que se mostrou efetivamene lucrativa, pois só o big stack tinha jogo, QQ, assim, consegui puxar um pote gigante, que praticamente quadruplicou meu stack.

No meu último post, falei um pouco da criatividade nas mesas, da diferença entre o que é certo e o que funciona. Essa mão exemplifica muito bem essa linha de jogo. Foi uma jogada arriscada e incomum (ou até incorreta), mas que foi bastante eficaz.

Depois disso, fui administrando, ganhando alguns potes e crescendo meu stack. Só lembro de uma mão que ganhei na sorte, em que estava totalmente dominado, mas conseguir a virada no river.

Com isso, depois de muito jogo, caí na 12ª posição, de um field de 2501 jogadores, em um flip de A9s x JJ. O vilão limpou do UTG e eu shovei meus 15 BBs do botão. Ele fez uma quadra de valetes e me eliminou.

 

Por fim, o que quero deixar para os iniciantes, assim como eu, é que nunca desistam do jogo, mesmo que pareça impossível, tentem aplicar seu melhor poker, usando as ferramentas de que dispõem.

Não se deem por vencidos.

Obrigado pela leitura.

Nos vemos nas mesas.

Para fazer um comentário, você precisa realizar seu login ou se registrar.
Fazer o Quiz
Novo por aqui? Faça nossa Avaliação de Poker para iniciar o seu aprendizado.
já é um membro? Fazer Login
javascriptNotEnabled
Aprenda Estratégias básicas até avançadas
Pratique Melhore suas habilidades com os nossos Instrutores
Ganhe! Se estabelecer como um jogador ganhador