javascriptNotEnabled

Home \ Comunidade \ Blogs \

Paciente e oportunista

A calma de esperar as boas oportunidades faz o jogador prosperar.
Enviar MP
/Mai/2016

O que move você?

Por: Barba Ruim @ 19:18 (-03) / 13 / Comentário ( 0 )

Saudações,

Todos nós jogamos por algum propósito, em última análise, jogamos para vencer, em tese, pois na prática isso não se aplica a todo mundo.

Embora até o jogador mais recreativo tenha a esperança de ganhar alguma coisa, o que o move para a mesa é completamente diferente daquilo que move um profissional, que obrigatoriamente deve ser vencedor para manter a sua vida.

Outro dia estava conversando com a minha namorada (ela nunca jogou pôquer) sobre o quanto o jogo pode ser frustrante nos micro limites, devido à quantidade de malucos que estão lá. Eis que ela me pergunta: então, é parecido com aquela corrida maluca, em que todo mundo usa diversas artimanhas para ganhar?

Em uma análise simplista, não deixa de ser parecido. São vários jogadores, fazendo o que acreditam ser o certo, para passar os adversários para trás e alcançar a vitória.

O que diferencia os jogadores recreativos, regulares e profissionais é a motivação para sentar numa mesa. Durante esses nove meses em que estou jogando online, pude ver uma gama imensa de jogadores e estilos de jogo. A grande maioria joga por jogar. Claramente sem estudar muito e, consequentemente, sem muita noção do que estão fazendo. Eles pensam que estão jogando para ganhar, mas na verdade estão apenas sustentando os jogadores sérios.

É aqui que chegamos à nossa reflexão de hoje: por que jogamos pôquer?

No momento, estou jogando para aprender, mas focando os ganhos num futuro não muito distante. Se quisesse apenas um jogo para me entreter e quebrar a cabeça, iria jogar The Legend of Zelda. Aqui o objetivo não é salvar Hyrule, mas ser vencedor no longo prazo.

Então, você joga para passar o tempo, para se divertir ou para ganhar dinheiro? Um pouco de tudo? Certo. Mas qual o motivo principal?

Se um dos dois primeiros for o principal, aceite a condição de jogador recreativo e seja feliz. Tenho um amigo que vive quebrando e se chateando com isso. Eu sempre lhe digo: cara, se você não estudar o jogo e procurar melhorar, vai quebrar sempre.

Esse é um dos males dos jogadores recreativos: muito jogo e pouco estudo, o que resulta em perdas. Se o cara não quer ter compromisso com o jogo, quer só se divertir, que vá em frente, esqueça o dinheiro e se divirta ao máximo, jogue tomando sua cervejinha pra relaxar e deixe o dinheiro para quem quer jogar sério.

Há alguns dias tive a pior semana desde que comecei a jogar, foram dias em que nada deu certo. Cada bad bisonha que às vezes eu pensava: por que esse cara não vai passar uma temporada na cadeia?

Então, eu olhava para o caixa e lembrava: não ganhei o dinheiro do Tempolivre ou dos caras que jogam mais do que eu, pelo contrário, ganhei exatamente desse tipo de jogador. Ele conseguiu essa sequência runner-runner nojenta, parabéns. Devo ficar feliz por existirem jogadores que se atolam com mãos desse tipo.

O mais importante é ser sincero consigo mesmo. Se estou jogando para me divertir, não devo ter grandes pretensões de ganhar dinheiro. Se quero ganhar, preciso ter consciência que isso exige esforço e dedicação.

Ainda sou um jogador recreativo também, mas sou do tipo esforçado para não perder dinheiro. Todo dia procuro aprender alguma coisa e estou sempre pensando o jogo.

O pôquer é aberto para todos, seja para quem quer se divertir ou para quem quer ganhar algum dinheiro. O importante é saber os motivos pelos quais cada um vai para o jogo.

Obrigado pela leitura.
Grande abraço.
Nos vemos nas mesas.

Para fazer um comentário, você precisa realizar seu login ou se registrar.
Fazer o Quiz
Novo por aqui? Faça nossa Avaliação de Poker para iniciar o seu aprendizado.
já é um membro? Fazer Login
javascriptNotEnabled
Aprenda Estratégias básicas até avançadas
Pratique Melhore suas habilidades com os nossos Instrutores
Ganhe! Se estabelecer como um jogador ganhador