javascriptNotEnabled

Home \ Comunidade \ Blogs \

Paciente e oportunista

A calma de esperar as boas oportunidades faz o jogador prosperar.
Enviar MP

Saudações,

 

Há exatos seis meses, criei minha conta no PokerStars, depois de ter conhecido o pôquer um mês antes.

Como já disse em algumas oportunidades, o plano inicial era jogar um bom tempo com dinheiro fictício, até alcançar um nível técnico que me encorajasse a colocar dinheiro real na brincadeira.

Sem fazer nenhum depósito, o dinheiro começou a aparecer aos poucos, de modo que abandonei o dinheiro fictício e comecei a jogar apenas dinheiro real, crescendo a banca devagar e com alguns contratempos.

Esses seis meses foram muito intensos, aprendi muito mais do que eu esperava. Hoje acredito que apresento um jogo decente, por assim dizer.

Apesar de não ter conseguido grandes resultados, chego a ficar orgulhoso de não ser um jogador perdedor. A maioria dos jogadores perde algum dinheiro no começo. Eu estou andando de lado, mantendo a banca sem perdas consideráveis.

Joguei muitos torneios no começo, mas desde dezembro passei a dedicar mais tempo ao cash game, a fim de experimentar coisas que os MTTs micro dificilmente me proporcionavam. Falo de aprender a jogar com stack grande, o que raramente acontece nos torneios e quando acontecia, eu não sabia muito como desenvolver o jogo.

Hoje meu jogo já possui jogadas que independem do baralho, como 3-bet light, float, etc. A propósito não há nada mais gostoso do que aplicar uma 5-bet light com sucesso.

Juntando os aprendizados do cash com o dos torneios, meu jogo tem evoluído bem, ao ponto de considerar que estou deixando de ser um jogador de baralho para ser um jogador de pôquer.

Na verdade, nunca gostei muito de jogos de baralho. Aprendi o truco no tempo da escola e jogava só pela zueira com a galera. Na adolescência, conheci o Black Jack, que jogava no computador, só para passar o tempo, mas aprendi a contar as cartas (só depois descobri que essa é uma habilidade um pouco rara) e acabou perdendo a graça.

Então, há pouco mais de seis meses conheci o pôquer e fiquei encantado. Um jogo de inteligência e pessoas, com o baralho como instrumento.

Venho jogando bastante desde então. Mas nos últimos tempos, devido a uma série de infortúnios no jogo, tenho jogado menos e estudado mais, a fim de ficar o mais independente possível do baralho.

Esse é o conselho de hoje: estudem muito para aprender a jogar sem as cartas, assim o jogo irá evoluir, os resultados irão aparecer e os infortúnios irão diminuir.


Obrigado pela leitura.

Nos vemos nas mesas.

Para fazer um comentário, você precisa realizar seu login ou se registrar.
Fazer o Quiz
Novo por aqui? Faça nossa Avaliação de Poker para iniciar o seu aprendizado.
já é um membro? Fazer Login
javascriptNotEnabled
Aprenda Estratégias básicas até avançadas
Pratique Melhore suas habilidades com os nossos Instrutores
Ganhe! Se estabelecer como um jogador ganhador