javascriptNotEnabled

Home \ Comunidade \ Blogs \

Compêndio bêbado sobre o poker

Histórias ou estórias inusitadas sobre o poker.
Por: KaykeLi
Enviar MP

Strip Poker

 

Estávamos eu, Dilón, Martinha e Jaqueline, entediados e sem coragem de “tomar a iniciativa”, isso até Martinha, a mais atirada do grupo, soltar a proposta: A gente podia jogar Strip Poker.
Dilón e eu fomos os primeiros a concordar, afinal de contas, Jaqueline e Martinha tinham acabado de aprender às regras básicas do Poker e eram periguetes, daí vocês me perguntam o que isso tem haver? Sim, no Strip Poker, no lugar de fichas você aposta peças de roupa, logo, pelo fluxo natural das coisas, a periguete é o grupo na cadeia alimentar menos vestido, seguindo essa linha de raciocínio, começaríamos com dez fichas enquanto elas estariam com três.
Jaqueline relutou um pouco. Mas, nada que a maioria não resolvesse, logo a convencemos.
O jogo começou.
Minha mão veio ruim. Desisti. No entanto, ainda havia esperança e ela se chamava Dilón, olhei para ele de soslaio e não pude deixar de reparar em seus olhos brilhando. Primeira teoria que desenvolvi no Strip Poker: Quando se joga com mulheres gostosas é impossível conter a emoção de uma boa mão. Mas voltando ao jogo: As meninas apostaram a parte de cima. Veio o Flop. Olhei novamente para Dilón. Ele: All in. Martinha era tão assanhada, que se ela tivesse com um 7 e um 2 ela iria. Jaqueline não sabia o que estava fazendo, mas viu a amiga indo e foi também.
Dilón tinha uma trinca K-K-K, veio o Turn e River, e a combinação dele virou a melhor. Ele levantou dando um salto que quase alcançou o teto, parecia um virgem que havia acabado de descobrir a senha do SexyHot.
Que rufem os tambores...
Martinha em pé, Jaqueline também. Elas começaram a se despir, ficaram semi-nuas, faltavam só as peças íntimas – para nossa felicidade. Quando elas iam tirar o sutiã, a surpresa: Faltou Luz!
O silêncio tomou conta do lugar por breves cinco segundos. Logo ouviu os gritos de Dilón:
           V-E-L-A! PEGA A VELAAAAAAA!!! CORREE!
Fomos às cegas correndo até a cozinha. Até chegarmos, esbarramos com o sofá, o Pereba (o cachorro da Jaqueline) e outra coisa que não sei o que era. Quando chegamos na cozinha a luz voltou. Nos entreolhamos. Voltamos correndo à sala para ver as meninas, no entanto, elas já haviam se vestido. Dilón novamente gritou:
          OS PEITOOOOS. CADÊ OS PEITOS?
Martinha, ninja, respondeu:
           Enquanto a energia acabou, vocês foram até a cozinha, quando a energia voltou, vocês voltaram, nesse meio tempo nós tiramos e vestimos nossas roupas.

Ficamos inconformados.  Incrédulos. Dilón mais do que eu, até.  Dizem as más linguas que até hoje, após dezessete anos do acontecido, Dilón só joga poker com uma vela ao lado.

Para fazer um comentário, você precisa realizar seu login ou se registrar.
Fazer o Quiz
Novo por aqui? Faça nossa Avaliação de Poker para iniciar o seu aprendizado.
já é um membro? Fazer Login
javascriptNotEnabled
Aprenda Estratégias básicas até avançadas
Pratique Melhore suas habilidades com os nossos Instrutores
Ganhe! Se estabelecer como um jogador ganhador