javascriptNotEnabled

Home \ Comunidade \ Blogs \

SLaKKing

/Mai/2013

AA? Pra quê tensão?

Por: SLaKKing @ 14:29 (-03) / 22 / Comentário ( 0 )

              Certo, não sei se os profissionais ou quem já tem um ótimo rendimento no pôquer, quando recebem essa mão (AA) sentem um alívio ou uma tensão pela possibilidade de ganhar um grande pote. Hoje, sou sincero em dizer que já perdi bons potes com AA, então não fico mais tão tenso quando à recebo.

 

 

               Ok, temos a maior mão possível, mas todos sabemos que não é garantia de vitória. Acho fantástica a capacidade de foldar e foldar bem, mãos fortes. Mas foldar AA é realmente trabalhoso, sabendo que recebemos a maior mão, cerca de 0,45% das vezes. Claro, existem situações que a melhor coisa a se fazer é foldar essa mão, um satélite na fase de bolha é um exemplo disso.

                Vale saber que um bom jogador, bem próximo da bolha, vai ser bastante agressivo, pois existem muitos jogadores buscando sobrevivência e essa é uma boa oportunidade de roubar blinds e alguns potes, mas ponha-se na seguinte situação fictícia:

                Certo jogador está em um satélite com apenas 10 participantes e apenas 9 posições pagas, ou seja, bolha! 5 participantes tem 4000 fichas e os outros 5 tem 1000 fichas.

Probabilidade de chegar ITM no satélite

                 O satélite tem um total 900% de chegar em ITM, ou seja, 9 posições pagas x 100%. Aplicando a formula: (quantidade de jogadores de 1000 fichas e de 4000 fichas).

1x (1000 fichas) + 1x (1000 fichas) +1x (1000 fichas) + 1x (1000 fichas) + 1x (1000 fichas) + 5x (4000 fichas) + 5x (4000 fichas) + 5 x (4000 fichas) + 5x (4000 fichas) + 5x (4000 fichas) = 900%.

                  Qual a porcentagem dos jogadores de 4000 fichas chegarem em ITM?

X+X+X+X+X+5X+5X+5X+5X+5X = 900%, ou seja, 30X = 900;  X=900/30 = 30%.


                   Portanto, considerando os jogadores de 4000 fichas, eles têm 30% x 5 =150% de probabilidades de chegarem ITM no satélite.

Aplicando

                   Um dos jogadores de 4000 fichas recebeu AA, ele sabe que tem mais probabilidades de chegar ITM se foldar AA pré-flop, do que ao pano com cerca de 86% de ganhar.

Obs. : A percentagem das “mãos monstros” ganharem ,em média, contra mãos random são:

AA – 86 %
KK – 70%
QQ – 64%
JJ – 61%

Conclusão

                     Se esse jogador foldar pré-flop, tem 150% de probabilidades de chegar ITM. Contudo, se for pro pano, cerca de 86%. Então, jogamos e tentamos ficar maiores ou foldamos nosso AA?
                     Bom, isso tudo pra dizer que é melhor foldar QQ; KK; AA em uma bolha de um satélite do que ganhar fichas.

                     E se o caso não for esse (bolha)? É uma questão situações, normalmente eu (SLaKKing), dificilmente foldo esse AA.

                     “Ahhh... perdi meu AA x 88 e estou sem stake!” É chato mesmo, mas no longo prazo vou ser sempre lucrativo, vou ganhar 8 a cada 10 vezes nessa situação com amostra grande de maos. Então, quando essa situação acontecer “z” vezes com “y” de invertimento eu terei “y+x” e o doador de fichas “y-x”.

                      O importante é saber que o pôquer é longo prazo e brigo muito comigo mesmo por isso, afinal sou iniciante.

                      Um vez escrevi para a promoção membro do mês do mês de Abril/2012 e falei algo mais ou menos assim:

                      “Equilíbrio é o foco que todo jogador de poker deve ter, aprendi que a melhor mão pré-flop, nem sempre vence uma ronda, então, a “sorte” de recebê-la (0,45%) , como a palavra já diz, é “sorte”, a grande façanha do poker é saber jogar com mãos mais fracas, vencendo a probabilidade de 0,45% de receber AA, que ainda assim, não é garantia de vitória”.

 

Abraço!

 

 

Para fazer um comentário, você precisa realizar seu login ou se registrar.
Fazer o Quiz
Novo por aqui? Faça nossa Avaliação de Poker para iniciar o seu aprendizado.
já é um membro? Fazer Login
javascriptNotEnabled
Aprenda Estratégias básicas até avançadas
Pratique Melhore suas habilidades com os nossos Instrutores
Ganhe! Se estabelecer como um jogador ganhador