javascriptNotEnabled

Home \ Comunidade \ Blogs \

A Grande Jogada

Sobre aspectos psicológicos, leituras de mãos, e muito mais...........
Enviar MP

Analise Mãos em Micro limites


        Olá players, aqui mais uma vez é o ghost, desta vez resolvi trazer algumas mãos para análise, desta forma terão uma ideia de como jogar em um determinado spot. Está é a mão.


        Para ficar melhor o entendimento, vamos parte por parte. Irei abordar um padrão interessante dos jogadores passivos em Micro Limites.


 Quando uma carta no turn é maior que a maior carta do flop (como Qxx e aparece um K ou A no turn);


 Quando a carta do turn completa o Flush;


         É claro que a primeira mão engloba, as duas e depois darei outros exemplos. Lembrando que a maioria dos vilões em micro limites são passivos ou seguros, então seu objetivo não é encontrar eles (já que tem de monte), vc deve encontrar aqueles que são a minoria, como jogadores agressivos ruins e calling Station. Jogadores passivos são óbvios de prever. É claro que jogadores ruins agressivos e calling Station também são fáceis de prever, mas se eu fosse escolher contra quem eu preferiria jogar, sem dúvida seria o jogador passivo. Além de Ganhar pouco, arrisca pouco quando encontra perigo. Excelente pra mim, já que sou fã de levar perigo pra eles!


Inicio de um torneio regular do Pôquer Star de 0,55. Blinds em 30/15.


         1. Limp de UTG: Como se que estes torneios estão lotados de jogadores ruins, raramente coloco alguns deles como que se pudessem dar trabalho, principalmente em sua maior parte serem jogadores passivos. Entrando de Limp, em minha mente , vem automaticamente a ação dependendo de minha mão. Espero que o vilão NÃO TENHA TT-AA / AK-AJ com essas mãos normalmente jogadores passivos tendem a abrir raise, se encontrar um jogador NIT ou Super Tight, bem TT-AA / AQ-AK, será o range dele.

         O limp de UTG de um jogador passivo, significa uma gama de mãos gigantesca, mas no geral são BR (duas cartas maiores que 9), pares 22-99, Ax, cartas conectadas como 87, 79, ou até menores. Como pode ver é um range gigantesco, o que me permite jogar com muitas mãos contra esses jogadores.

         Caso aconteça de um jogador passivo entrar de limp em sua mesa, seu range para isolar o limp, é gigantesco. Normalmente, para isolar jogadores que não conhecemos mas que entrou de limp, utilizamos um range com AJ- AK / 88+, podendo acrescentar AT e KQ, como sabemos que o jogador é passivo, compreendemos o range dele. Isso implica, que, nosso adversário somente continua se, se conectar de alguma forma com o flop, no restantes das vezes (66%) dará fold. O que torna lucrativo apostar em qualquer flop. Com essas informações, no inicio de torneio, podemos aumentar nosso range para A9+ / 77+ - e também, KT e mãos conectadas como T9s.

           É claro que esse é o range que uso contra jogadores passivos no inicio de torneio, quando o torneio avança, posso fazer isso com quaisquer duas cartas, pois não estarei jogando minha cartas e sim, jogando o estilo de meu adversário. Quando ouvir os pros falando sobre jogar seu oponentes, isso implica que eles descobriram alguma fraqueza em seu adversário e sabiam que poderiam jogar assim, por causa desta informação.


             2. Estou no Botão Segurando JJ, que está muito dentro de nosso range para isolar esse jogador, fazemos tudo 240. Eu sei que é alto, normalmente contra jogadores passivos tendo a aumentar e isolar os limpers um pouco mais que o normal, por dois motivos:


 Inicio de torneio, existe muita implied odds, o que acaba compensando pagar apostas com a intenção de buscar a stack inteira do adversário;


 Jogo contra um jogador passivo, que pagara com frequência fora de posição e largará no flop sempre que errar.


        Utilizando essas duas informações, agora ficou fácil compreender o porque que faço essa isolação um pouco maior que o comum.


          3. SB, não pensa muito e paga. O range do SB é interessante, como ele só pagou, isso implica que ele não segura AJ-AK / TT+, o que me alivia pra caramba. O que ele pode ter, somente pagando nesta situação são pares como 22+ (por causa das implied odds) e mãos como Ax conectados como A5s- AJs, provavelmente, arriscando, mãos como KQs-KTs, sei que é um range bem largo, por outro lado sei que este range vai estar com maior frequência na mão de meu adversário.


          4. O jogador que entrou de Limp, completou.  Total no pote de 780, a chance de vir uma carta maior que J é de cerca de 55% (acredito eu).


          5. O flop traz 36Q sendo a Q e o 6 de Paus. Não irei analisar o flop antes de meus adversários agirem.


         6. SB aplica o check. Isso já é esperado. Na maioria das vezes quem foi o passivo pré-flop, raramente sai agredindo, principalmente em micro limites. O que não nos assusta, pois raramente vai tomar um check-raise e quando tomar basta largar a mão.


        7. Jogador de UTG, que classifiquei como passivo, sai atirando 780 o valor que tem no pote. Isso seria de impressionar para um jogador que está iniciando no poker, mas para alguém que conhece os jogadores passivos, sabe que isso significa duas coisas:


 65% ou um pouco mais, aplicaram a iniciativa com Top pair, neste caso a Q;


 25% das vezes, aplicaram a iniciativa com algum tipo de Draw ou 6 na mão.


         O que eu espero que eles façam com frequência, é jogar de forma passiva, com apenas call atrás de call. Quando isso acontece fica óbvio e mais simples descobrir o que eles estão segurando.


         Quando ele toma a iniciativa, sei muito bem que significa que estou perdendo ou estou um pouco na frente. Raramente um jogador passivo blefa em alguma street. Faço o que tenho que fazer, não gosto, mas largo meus JJ. Sei que como me considero acima da maioria desses jogadores em torneios de 1,50 ou menor, sei que terei oportunidades melhores de tira-lo mais pra frente.


         8. Por incrível que pareça nosso amigo no SB paga. Como eu sei o que o cara que tomou a iniciativa tem, em minha cabeça passa que o jogador no SB tem ou a Q ou um draw com o A ou K, e um chute longe do gol, mas que não deve ser descartado é o 45 e principalmente o 45 de paus. Caso ele pague com 77-JJ, a única chance deste jogador é se estiver contra o draw na mão do jogador passivo de UTG, o que acho muito mas muito improvável. Então ou ele tem a Q ou tem algum tipo de Draw.


         9. Analisando o Pote e as stacks: Essas parte é importante, pois indica se nossos adversários conhecem ou não conhecem a teoria do jogo. Com a aposta do tamanho do pote de 780 e com o jogador no SB pagando o pote foi para 2340, sendo que o jogador de UTG agora tem 1840 pra trás e o jogador na SB tem 2970 pra trás. Pra mim, é uma situação simples de All-in no turn, independente do que venha. Como eu sei que o jogador em UTG é passivo, sei que não conhece a teoria. Mas o jogador em SB, está em uma situação interessante e complicada:


 É obrigado a pagar o all-in ou;


 Está esperando bater o flush no turn, se não bater ele larga;


        Sei que no flop poucos draws podem pagar ou ir all-in, como por exemplo, 45 de paus ou AK de paus. Como ele não 3bet fora de posição, implica justamente o range que colocamos pra ele, sem AK e sem AQ, portanto nosso adversário ou tem 45 de paus ou tem a Q.


        Se você saber a teoria e aplica-la a seu jogo, a sua leitura de seus adversários tornaram mais fáceis. Não que seja fácil a leitura de mãos, mas a verdade é que, aquele jogador que possuir o maior conhecimento e a possuir excelente adaptação irá mais longe.


        Portanto em minha mente, os ranges estão assim, para:


 O SB = 45 de paus ou alguma Q;


 O UTG = Q (65% ou mais de chances) e algum draw com o A ou K (25% das vezes e olha lá se não for menos);


         10. O turn é interessante, traz um A de paus, completando o flush e colocando uma carta maior que a Q. Bem, como um jogador passivo jogaria esse turn?


 Se ele ter a Q, vai dar check, diria que 80% ou mais das vezes;


 Com o flush, tendem a apostar, e em alguns casos fazer slowplay;


 Se ele ter o A, é capaz de seguir o mesmo raciocínio se tiver a Q, dando check na maioria das vezes.


            Consegue perceber como é fácil ler jogadores passivos? Continuando!


          11. Ambos Dão check. O jogador em UTG tem a Q, honestamente pra mim é inquestionável essa leitura. É claro que posso estar errado, por não ter informações a mais sobre esse jogador passivo. Pois cada jogador passivo possuem um padrão, enquanto alguns jogadores passivos poderiam jogar de outra forma nesse turn. Como sei o estilo de meu oponente mas não o padrão dele, posso errar em minha análise, mas com o check behind, nosso adversário entrega a mão que tem. Que ao meu ver, só pode ser a Q. Par ao jogador do SB, pode ter o Draw ou a Q, são as únicas mãos prováveis. Lembrando que quanto mais jogadores no flop, menor será a chance de um deles estar blefando. Por outro lado é bom pra nós quando tivermos uma mão forte.


        12. No River aparece um T e para minha surpresa ambos dão check.


          Jogador no SB mostra 77 (out , irei falar já já sobre esse tipo de passividade) e o jogador de UTG mostra JQ.


          O que aconteceu aqui?

           Para muitos, esse final terminaria assim, sem precisar observar mais nada. Mas deixo uma pergunta pra vocês, o que perdemos e o que ganhamos ao observar esse tipo de mão?


         Vamos falar primeiramente do jogador de UTG.


          Este é um tipo de jogador passivo que tende a ser passivo mesmo quando seus adversários demonstrem fraqueza, com dois checks seguidos.


         A anotação que faço neste jogador é colocar uma cor que signifique passivo, e como anotação coloco:


       Iniciativa vs Agressor pré OOP com top pair no flop / Turn Check quando bate o Flush ou uma carta maior que seu top pair ou Overpair / River check com Flush ou Cartas maiores que Seu top pair ou Overpair


          Bem, eu sei que ficou grande pra caramba mas podemos deixar menor: IvsPFR > Top Pair / check turn e river com overcard ou flush


         Que ficaria assim: Iniciativa contra pré flop raiser / aplicando checks consecutivos quando bater uma carta maior que seu par ou se bater o flush


             Em outras palavras, esse jogador por não estudar a teoria ou não se aprofundar no jogo, tem em sua mente que dois checks seguidos em micro limites significam fraqueza. Eu teria apostado com qualquer coisa ali.


         utro tipo de jogador é aquele que apostaria no river após o segundo check do jogador. Este pode ser passivo ou compreender algum tipo de fraqueza, como por exemplo, a fraqueza dos dois checks seguidos. Mas isso é raro acontecer vindo de um jogador passivo.


          O jogador em SB, está na categoria de passivo, com tendências para Calling Station. Minha anotação nele é interessante. Sei que ele é um jogador ruim, faço uma anotação simples. Coloco um cor de Calling Station e faço a anotação do que aconteceu.


Call pré flop fora de posição com 77 contra um jogador isolando um limper de UTG / No flop paga com second pair contra um jogador passivo / check – check até o river


          É claro que não marco todas as mãos que jogo, mas começo a fazer isso com maior frequência, e o que percebi foi que minha leitura das mãos de meus oponentes, subiu drasticamente. Tenho melhores olhos para a observação e anotação. Compreendo ao longe um jogador passivo, e esses são meu prato favorito em microlimites.


        É isso aí, espero que tenha gostado da análise. Esse é o tipo de análise que raramente acontece, que seria a análise, levando o máximo de informação disponível para a mesa. Por isso Akkari e também o pessoal da Intellipoker, sempre aconselha para olhar o ranking do jogador.


         Olhar o rank de seus adversários lhe passam uma maior informação e como utilizar essa informação na mesa. Mas do que adianta ter informação e não saber aplica-la¿ Pois é, quer ser melhor do que ontem, é vital estudar mais para assim mesclar seu jogo e ver as melhores oportunidades.


           Obrigado por ler. No próximo episódio da série falarei sobre 'Feeling', que é onde os jogadores pros falam frases assim:

 

- Eu senti que estava perdendo, então larguei;

- Eu paguei, porque sabia que tinha alguma coisa errada, ele só podia estar blefando.

 

Até a próxima.


Atenciosamente Gabriel Melo

Para fazer um comentário, você precisa realizar seu login ou se registrar.
Fazer o Quiz
Novo por aqui? Faça nossa Avaliação de Poker para iniciar o seu aprendizado.
já é um membro? Fazer Login
javascriptNotEnabled
Aprenda Estratégias básicas até avançadas
Pratique Melhore suas habilidades com os nossos Instrutores
Ganhe! Se estabelecer como um jogador ganhador