javascriptNotEnabled

Home \ Comunidade \ Blogs \

A Grande Jogada

Sobre aspectos psicológicos, leituras de mãos, e muito mais...........
Enviar MP
/Mar/2014

Pensando como um jogador de pôquer

Por: ghost661987 @ 02:17 (-03) / 804 / Comentário ( 0 )

Pensando como um jogador de pôquer

Os profissionais do pôquer são, em geral, descritos como firmes e agressivos: "Esses profissionais do pôquer não jogam muitas mãos, mas, quando o fazem, jogam como se estivessem loucos."

Essa é uma boa descrição geral, mas não diz muito. E nem mesmo se mostra totalmente certa nos jogos no-limit, já que um jogador forte e pouco agressivo é uma pessoa a ser temida. Assim, acho que, quando as pessoas dizem que um jogador é extremamente agressivo e, portanto, bom, elas querem dizer que o jogador domina quatro elementos essenciais do pôquer.

#1. Habilidades matemáticas

• Eles sabem que você tem cerca de 1 chance em 8,5 de conseguir um set segurando um par e que você tem cerca de 1 chance em 3 de completar um flush draw de flop até o river.

• Eles sabem a importância dos "outs". Os outs são simplesmente o número de cartas que vão melhorar a sua mão. Conte os outs, multiplique-os por dois e some um: esta é basicamente a sua percentagem de acerto.

• Eles conseguem determinar os "pot odds". Não adianta conhecer os outs, a menos que isso seja traduzido em apostas racionais e calculadas. Sabendo que você tem uma chance de 20% de acertar, o que você faz? Bem, depois de determinar a chance de acertar/ganhar, você divide o tamanho do pote no river (ou seja, o pote atual mais o dinheiro que você acha que será acrescentado nas apostas futuras) pela quantia que você precisa colocar. Se você tiver 20% de chances de acertar e a aposta para você for de 50, se o pote no river for maior do que 250, iguale. Caso contrário, saia.

• As habilidades matemáticas são o conhecimento mais básico, são a leitura do primeiro dia. Qualquer pessoa que não entenda esses conceitos não deve jogar até entender.

#2. Disciplina

• Os bons jogadores de pôquer exigem uma vantagem. O que separa um jogador vencedor de um "peixe" é que o peixe não espera vencer, enquanto o jogador de pôquer espera. O peixe fica feliz jogando dados, roleta, caça-níqueis: ele só quer ter sorte. O jogador de pôquer não espera ter sorte, ele só espera que os outros não tenham sorte.

• Os bons jogadores de pôquer entendem que um jogo diferente exige uma disciplina diferente. Um jogador disciplinado de no-limit pode ser um jogador bobo de limit e vice-versa. O jogador disciplinado de limite fixo tem sólidas habilidades pré-flop. Quando não há muita ação antes do flop, ele só joga as melhores mãos. Quando muitas pessoas estiverem chamando a aposta sem aumentar, ele vai fazer uma chamada frouxa com um conector combinado ou outra mão especulativa.

• No entanto, um jogador disciplinado de no-limit é muito diferente. Ele não está tão preocupado em jogar com muitos blinds, pelo contrário, ele não quer cair em nenhuma armadilha. A principal diferença entre jogadores disciplinados com limite fixo e disciplinados de no-limit é que o jogador com limite fixo evita desperdiçar suas fichas uma a uma, enquanto o jogador disciplinado de no-limit evita perder todas as fichas em uma mão. Assim, o jogador disciplinado de no-limit pode jogar muitas mãos. Antes do flop, ele pode estar muito tranqüilo e chamar a aposta com mãos tão esquisitas quanto 5 3.

No entanto, um bom jogador de no-limit sabe quando largar as mãos que vão colocá-lo em problemas.

• O jogador disciplinado sabe quando jogar e quando sair. Ele reconhece quando está jogando sem pensar e tem consciência quando um jogo está muito açucarado para sair enquanto há tempo.

• O jogador disciplinado sabe que não é perfeito. Quando um jogador disciplinado comete um erro, ele aprende. Ele não culpa os outros. Não chora. Ele aprende com o erro e toca o barco.

#3. Habilidades psicológicas

• O bom jogador não é um jogador egoísta. Ele pode ser o maior FDP que você conhece. Talvez ele só se preocupe consigo mesmo e pode até gostar de roubar comida dos pobres. Mas, quando um profissional de pôquer entra na sala de jogos, ele sempre mostra afinidade com os adversários. Ele tenta imaginar o que os adversários pensam e entender as decisões que eles tomam e seus motivos. O profissional de pôquer sempre tenta ter uma resposta para estas perguntas:

O que o meu inimigo tem?
O que o meu inimigo acha que eu tenho?
O que o meu inimigo acha que eu acho que ele tem?

• Saber a resposta dessas perguntas é o primeiro passo, manipular as respostas é o segundo passo e o mais importante. Se você tiver um par de reis e o adversário tiver um par de ases, se ambos souberem o que o outro tem e ambos souberem que você sabe o que o outro tem, por que jogar pôquer? O profissional de pôquer manipula as duas últimas respostas jogando slow play, fast play e blefando, para despistar o adversário.

• Os bons jogadores de pôquer sabem que a psicologia é muito, muito, muito mais importante em um jogo no-limit do que em um jogo com limite. Os jogos com limite geralmente acabam em batalhas matemáticas, enquanto os jogos no-limit carregam um forte componente psicológico. Assim, as histórias de pôquer são muito mais importantes em jogos no-limit do que em jogos com limite.

#4. Uma compreensão clara do risco e da recompensa

• O pot odds e a exigência de vantagem enquadram-se nesta categoria. Os jogadores de pôquer querem assumir um risco baixo, se a recompensa for muito alta, mas apenas se o retorno esperado for maior do que o risco.

• O mais importante é que eles entendem a natureza do risco e da recompensa do jogo fora da sala real de pôquer. Eles sabem a banca que precisam jogar e o quanto de dinheiro precisam ter de reserva para cobrir outras despesas da vida diária.

• Os bons jogadores de pôquer entendem que precisam ser mais adversos ao risco com seus gastos gerais do que com a pilha de fichas que há na mesa.

Ao disputar uma partida individual, você deve valorizar cada ficha igualmente na mesa. Você só deve se preocupar em fazer as jogadas corretas. Se apostar $10 no início, você deve se sentir bem com o fato de que há uma chance de 52% de dobrar o valor para $20 e uma chance de 48% de perder os 10 apostados.

Mas você deve ser avesso ao risco com seus gastos gerais. Você precisa ter dinheiro suficiente para que um dia na mesa não afete muito o seu orçamento. Se você se preocupar demais em perder, vai cometer erros na mesa. Você precisa se retirar com a chance de disputar em um outro dia.

 

Fonte: http://pt.pokertips.org/strategy/four-skills.php

Para fazer um comentário, você precisa realizar seu login ou se registrar.
Fazer o Quiz
Novo por aqui? Faça nossa Avaliação de Poker para iniciar o seu aprendizado.
já é um membro? Fazer Login
javascriptNotEnabled
Aprenda Estratégias básicas até avançadas
Pratique Melhore suas habilidades com os nossos Instrutores
Ganhe! Se estabelecer como um jogador ganhador