javascriptNotEnabled

Home \ Comunidade \ Blogs \

Krishna Poker LTDA.

Um poker do jeito do Krishna, teórico e prático!
Enviar MP

Enquanto não publico a última parte da introdução aos estilos de jogadores, ando pensando muito em estratégias de início de torneio e em estágios intermediários, tanto pra mtt quanto pra sng. Bom, quase todo mundo que estuda o poker pensa nisso... Deixe-me explicar melhor.

Acho que pensar em adequações para nosso estilo pessoal é um estágio necessário na vida de um jogador que queira evoluir. Quer dizer, o jogador de poker de fato evolui quando procura a partir do que estudou, das dicas dos amigos daqui do fórum, das mãos analisadas aqui ou daquelas que deu opinião, dos artigos e livros que leu, dos vídeos que viu, ele procura organizar um estilo próprio adequando o que dizem que devemos fazer em determinada situação para o que nós efetivamente achamos melhor pra gente.

Esse é um passo necessário no crescimento, não acham? O Harrington fala isso, o Tempolivre fala aquilo, o Vitinho dá essa dica, no livro tal fala pra se fazer aquilo assim, o Pessagno diz assado, naquele vídeo ensinam isso, e por ai vai. Mas o que você acha? Concorda com o que os instrutores falam? Concorda com o que está no livro? Concorda com a estratégia diferenciada do Pessagno? Por quê? Já pensou que estas coisas tem um por quê?

Já viram que esse assunto dá pano pra manga, não é?

Entendo também que, principalmente quando estamos iniciando nossos primeiros estudos, devamos seguir “meio” religiosamente o que nos dizem. Essa é a maneira que a maioria faz, e uma boa estratégia. Isto porque boa parte do que é ensinado nas estratégias básicas garante bom retorno e já está razoavelmente provado que é também muito eficaz. Assim jogamos num estilo TAG quase Nit em estágios iniciais, por exemplo.

Mas depois de um tempo, quando nos habituamos com o básico, acho saudável o senso crítico do que escutamos, vemos e lemos. É assim quando fazemos faculdade e não é diferente no poker. Aliás, poker não é uma ciência exata, muito menos uma religião. Então, o que pode ser bom pra um pode não ser pra outro. As teorias também mudam, existem opiniões conflitantes mesmo entre os experts. Por isso adequações teóricas acontecem no nosso joguinho de cada dia, certo? Por isso existem os fóruns, certo? Alguém aí se lembra da “probe bet”? rs.

Então, como ia dizendo, tenho pensado muito sobre estratégias, tentando adequá-las melhor, dano a elas um “jeitão” meu. O engraçado é que para os estágios iniciais, até algo próximo dos blinds 50/100 ou no nível logo acima, uma coisa que tenho insistido é na boa e velha estratégia de sobrevivência. Mas já não tão TAG quanto jogava e ando especulando bastante com suited connectors e pares pequenos.  Ainda assim continuo muito conservador. Descobri que prefiro assim mesmo, um jogo mais seguro nos estágios iniciais. Já alguns de vocês devem estar se aventurando em jogar LAG nos mtts em estágios iniciais, não é? Eu nem me aventuro. Estou criando meu estilo.

O que fica de tudo que escrevi? Leiam, vejam e escutem com senso crítico. Mais que tudo, treinem esse senso crítico e não sigam cartilhas. Por fim, não joguem de tal jeito porque alguém disse ou porque você leu que deve ser assim, joguem com inteligência.

Para fazer um comentário, você precisa realizar seu login ou se registrar.
Fazer o Quiz
Novo por aqui? Faça nossa Avaliação de Poker para iniciar o seu aprendizado.
já é um membro? Fazer Login
javascriptNotEnabled
Aprenda Estratégias básicas até avançadas
Pratique Melhore suas habilidades com os nossos Instrutores
Ganhe! Se estabelecer como um jogador ganhador