javascriptNotEnabled

Home \ Comunidade \ Blogs \

Blog do João "vovo_leo" Studart

/Out/2011

Artigo: Floating parte1

Por: vovo_leo @ 17:28 (BRST) / 2458 / Comentário ( 1 )
Olá pessoal, recentemente dei de cara com um interessante artigo sobre floats, e resolvi traduzi-lo. Espero que gostem e que seja útil para o jogo de vocês.

The Scandinavian Float    


Se vc é um jogador de cash-game experiente , vc provavelmente sabe o que ''floating'' significa. É basicamente pagar um c-bet no flop ( ou algumas vezes no Turn ) sem uma mão forte, mas com a intenção de roubar o pote no turn ou no river. É frequentemente bem melhor do que dar raise, porque podemos representar um range amplo de mãos dando o float. Aqui vai um exemplo bem simples de um $0.50/$1 cash-game : Um vilão padrão tight-agressive (TAG) com 22/18 stats e 80% de c-bet abre para $3 do cutoff, você tem QdJd no button e dá call. Os blinds dão fold. Flop vem 7c7d4h , e o vilão dá c-bet para $5. Você da call. Um 10 de espadas vem no Turn e o vilão dá check. Você aposta $11 e vence o pote.    O que fizemos no flop foi o FLOAT.  Nós na verdade não tínhamos  valor de showdown e tínhamos apenas 6 outs para acertarmos algo ( e um possível backdoor flush-draw) . Contudo, nossa percepção do vilão era que o range de open-raise do CO era amplo, seu percentual de c-bet era alto e ele provavelmente iria apostar num flop seco como este praticamente sempre. A maioria das vezes ele não tem absolutamente nada no flop, desde que o open-raise-range dele é vasto para mãos como A2o, T8s e Q9o, como exemplo. Não faria qualquer sentido para nós dar raise no flop, porque até medíocres hand-readers não nos dariam crédito, já que praticamente ninguém dá raise com full-houses ou trincas num flop como este. O vilão deve crer que daremos flat em qualquer mão feita no flop, então a única maneira de representar estas mãos é dando o Float. E quando ele dá check no turn ( o que ele fará com frequência porque ele não tem posição, e desde que pagamos o flop ele pensa que provavelmente temos algo ) nós podemos apostar e ter a expectativa de ganhar o pote na maioria das vezes.    Isto é apenas metade da história, penso.

Em cash-games você irá lutar contra os mesmos jogadores todo o tempo, e eles irão perceber seus hábitos de floating rapidamente. Eles irão ajustar isso dando second-barrels e check-raise nos turns, e você terá que reajustar isso dando double-floats e check-back turns. É uma batalha interminável de ajustes e re-ajustes, assim como uma série de outras coisas em cash-games.    

Em MTT's é uma história diferente. Primeiro, por causa dos fields enormes, você não batalha com os mesmos oponentes com tanta frequência. Segundo, regulares não prestam tanta atenção como fazem em cash-games, porque a maioria dos torneios é full-ring. Isso simplesmente significa que regulares jogam mais mesas, e eles não tem tempo para monitorar os oponentes a fundo, como fazem nos cash-games. Mas mais importante, os stack-sizes em torneios não dão tanto espaço para linhas criativas, porque basicamente   você tem apenas 4-7 vezes o pot behind no flop, seus oponentes não podem simplesmente dar check-raise em turns ou double-barrel na esperança que você não tenha uma mão decente. Tudo que eles podem fazer é c-bet e fold. Se você pensar que na grande maioria das mãos dos torneios você abriu o pote, mas não chegou ao showdown, tenho certeza que você irá concordar que o curso normal das ações foi que você deu c-bet e check-fold no turn. Em MTT's as pessoas dão um valor drástico ao tournament-life. Eles não querem quebrar sem uma mão boa. Grandes blefes são raros entre regulares. Eles falam sobre ICM e preservação de fichas, quando ICM dificilmente importa antes da mesa final, ou perto dela, na maioria dos casos. Muitos regulares não entendem isso. Eles simplesmente jogam  se acertam além do c-bet. E é exatamente aí onde o float entra!!

Pense sobre isso. Você normalmente c-beta se você acertou ou não? Eu acredito que a maioria de vocês disse SIM. Mesmo os jogadores mais inexperientes já ouviram falar dos benefícios do C-bet e fazem isso habitualmente. Mas você dispara o second-barrel com frequência? Se você está em 15 mesas de MTT, você desiste com frequência se seu oponente paga seu C-bet e você não acerta o turn? Especialmente com stacks menores , quando você tem algo entre 1-4 PSB's (pot-sized bets) pra trás no turn e está fora de posição? Depois disso tudo, se você dá shove no turn ou faz uma aposta se comitando, você está fazendo isso com ou sem alguma outra informação sobre seu oponente na mão, exceto o fato de que ele pagou suas apostas pre-flop e no flop. Seu oponente na verdade mostrou uma força significante durante a mão. Então você realmente quer blefar nele, arriscando uma grande porção, ou todo o seu stack? Eu acredito que a maioria de vocês disse 'não' agora. E sabe do que mais? Não tem nada errado com isso. Na verdade, na maioria dos casos a melhor linha que você pode tomar é raise pre-flop, bet no flop e check-fold no turn quando não acertar. O que este artigo fala é sobre o outro lado das coisas.    

A maioria das pessoas, como você e eu, respondem ''sim'' para a pergunta do c-bet e ''não'' para a pergunta do second-barrel. Jogadores fortes, jogadores ganhadores. Pessoas que vivem em mansões em Vegas e pessoas com ganhos de seis dígitos anuais provenientes de MTTs estão jogando um jogo muito explorável. Eles dão c-bet, depois check no turn e fold. Nós podemos explorar toda essa bosta deles dando float nos c-bets deles e roubando os potes no turn. É como tirar doce de criança. Eu chamo isso de ''The Scandinavian Float'' , por que por alguma razão os Scandisnavos parecem usar isso bem mais que outras pessoas.      

Aqui segue alguns exemplos reais de torneios recentes que joguei:    

a) Pokerstars $55 freezeout. Stacks 12k . Blinds e antes 200/400/25 Vilão dá raise pra 950 do hijack. CO fold e dou Flat no botão com KQss . Os blinds dão fold.   Flop : 2d 6h Ts (pote 2675)   Vilão aposta 1675, eu call.    Turn : 4h (6025)   Vilão check, eu aposto 3025, vilão fold.    

Análise: Eu acho que normalmente dou 3-bet aqui, mas eu tinha uma boa percepção  que meu oponente e os blinds eram nits, então eu pensei que esse seria um bom spot pra dar flat. Eu também sabia  que ele era bem ativo pre-flop, mas não tanto pós-flop, então eu sabia que estava na frente do seu opening range e poderia com alegria stackear ele em texturas Kxx ou Qxx, e se eu errasse o flop eu teria uma boa chance de ganhar o pote dando float. No flop, dei um standard float; eu tinha 6 outs diretos e 13 outs adicionais para formar um bom draw (dez espadas e três valetes). A maioria das catas que não montassem minha mão também não montaria a do meu oponente, então se ele não acertasse também, ele normalmente daria check num jacaré no turn, e eu estaria apto a ganhar o pote apostando, o que foi exatamente o que aconteceu.      

b) Pokerstars $109 freezeout. Stacks 7k. Blinds e antes 100/200/25    Vilão dá raise pra 500 do MP2, chega em fold até mim no botão, eu pago com 87dd .  Blinds foldam.   Flop: Ac 5d 2h Vilão aposta 950, dou call.   Turn: 9h Vilão dá check, eu aposto 2025, vilão fold.    

Análise:
 Acredito que pré-flop é uma decisão apertada entre 3-betar e flat. Eu vinha 3-betando ativamente e estava um pouco preocupado com meu oponente, que era pro, poderia dar um 4-bet shove light em mim, então decidi pelo flat. No flop dei flat com 8 high. Não existem muitas cartas no turn que irão montar a mão do meu oponente se ele errou o flop, então eu espero que ele siga a linha do check-fold no turn na maioria das vezes que ele não acertar. Quando eu dou call num flop como este, eu estou representando força, já que é bem difícil para ele imaginar que estou dando um float, então eu não imagino que ele irá me blefar com frequência. Eu posso muitas vezes ter trinca de 5 ou 2.. ou uma mão do tipo AJ ou AT. E continuo tendo bom equity já que possuo ótimos backdoor draws. No turn eu acertei um gutshot, o que é totalmente irrelevante; quando meu oponente dá check como planejei, minha única missão é apostar e ganhar o pote.      

c) Esse é um exemplo extremo:
 microgaming 25 rebuy. Nós estamos na bolha da mesa final , com 11 jogadores restantes. Stacks: 210k (média dos stacks é apenas 85k). Blinds e antes: 1500/3000/300.   Dou raise para 6500 do botão com 4d 3d , tendo uma imagem bem ativa. Vilão dá raise para 23,500 do big blind. Dou call.    Flop (50300) 9c 7d 6h Vilão aposta 31,200 , dou call.    Turn 6d (112,700) Vilão check, eu aposto 53,700, vilão fold.    

Análise: Nós somos os  dois chipleaders monstros no torneio. O pre-flop spot é , geralmente, um spot ruim para dar flat , já que o raise foi bem grande. Contudo, eu havia jogado com este oponente anteriormente, e sabia que ele usava grandes apostar com AQ-AK tipos de mãos, e raises menores com pares grandes. Eu estava quase certo de que seu 3-bet não era blefe, porque ele não parecia capaz de dar 3-bet-bluff, e eu estava quase certo de que ele não tinha par grande. Eu sabia que poderia facilmente pegar um tell dele baseado na textura e saber se ele acertou o flop ou não. Portanto, eu pensei que poderia ganhar um grande pote dando float, porque na maioria das texturas ele terua que desistir no turn caso não acertasse. Além disso, pelo fato de que ele teria tanto a perder devido ao seu stack massivo, me senti confiante de que ele não tentaria nenhum multi-street bluff contra a única pessoa que poderia machucá-lo, especialmente um maluco scandinavo como eu. O flop não é o ideal para floating no geral, porque na maioria dos casos esse tipo de textura semi-wet vai acertar seu oponente de alguma maneira, mas aqui eu estava com muita convicção de que ele não havia acertado. Se ele tivesse um overpair , ele definitivamente apostaria o turn, e se ele errasse ele apenas daria check. Fora isso, eu tinha um gutshot. Quatro outs não é muito, mas é um bônus adicional. Quando ele deu check no turn, eu apostei uma quantia designada para ser grande o suficiente para fazê-lo foldar (as opções dele basicamente seriam fold ou shove devido ao quão pequeno estaríamos no turn, e se ele shovasse eu ainda poderia dar fold tendo um bom stack). O truque é que ele tem que tomar uma decisão por todo o seu stack logo aqui. Dada a enorme pressão da bolha da mesa final e eu sendo o único jogador que pode derrubá-lo, senti que não havia quase nenhuma chance dele começar a fantasiar e me dar um outplay , se ele não tivesse jogo.    

Então, como exatamente você executa um Scandinavian float de sucesso? Aqui está como fazê-lo, street por street.  

Pré-flop : Aqui tem algumas coisas que você tem que considerar antes mesmo de fazer alguma coisa.   

1) Sua percepção do vilão. Não dê float contra pessoas que não aparentam ter um botão de fold em seu software. Muitos jogadores gostam de blefar demais, e eles simplesmente dão bet, bet e bet. Lembre-se, o ponto em dar float é fazer ele parar de apostar em algum ponto e roubar o pote. Se ele gosta de dar dois ou três barrels em blefe, vai lhe custar pilhas de dinheiro dando float. Você deve estar certo de que seu oponente está dando raise com um range amplo o suficiente, já que é muito mais difícil dar um float com sucesso contra um range 77+ AJ+, ao contrário de 54s+,76o+,QTo+,Ax,22+. Depois você deve ter alguma idéia sobre as tendências pós-flop dele. Se você tem um HUD, confira o percentual de c-bet dele. A grande maioria dos regulares vão dar c-bet mais de 70% do tempo ( e eles devem fazê-lo, já que as pessoas não dão floats suficientes). Depois veja quão agressivo ele é em streets futuras. A maioria das frequências de agressão das pessoas caem significativamente no turn. Esses tipos de jogadores são nossos oponentes ideais. E por último, deve ser uma boa idéia saber se nosso oponente é um regular ou não. Acredite ou não, é atualmente muito melhor se ele for. Quanto mais mesas ele jogar, melhor. Existem milhares de regulares que jogam 12-mesas simultâneas que eu dou float neles o dia todo, e eles nunca ajustam isso porque estão muito ocupados apertando botões em outras mesas. Claro que você não quer que seu oponente seja um Top-Top Reg, porque os melhores MTTers no mundo jogam o pós-flop tão bem que é duro fazer qualquer move lucrativo contra eles. Mas mesmo assim muitos jogadores regulares de grande respeito tem o defeito de não se ajustarem à floats, e quando você vê um ganhador regular com ROI de 70% com $30 de buy-in médio sobre um sample grande, ele provavelmente é um ótimo candidato.   

2) Posição e tendencias dos jogadores após. Você precisa ter posição sobre seu oponente, e preferencialmente seu oponente deve estar abrindo de middle ou late position (é por isso que o open-range dele é amplo) . Segundo, você deve estar o mais próximo possível do Button. Se você não está no botão exatamente, tenha a percepção de que os jogadores após você são Tights e não irão dar 3-bet bluffs . Se é possível que alguém após você vai dar call ou 3-bet, sua tentativa de float é arruinada, e você estará fazendo um leak-call , pagando com mãos especulativas pré-flop. Também fique atento se não há short-stacks nos blinds (para não ter que lidar com um 3-bet shove)   

3) Stack sizes. Você tipicamente precisa ter pelo menos 30 BBs pra trás. Tem alguns casos que você poderia argumentar que pode dar flat com tão pouco como 25BBs pra trás, mas eu só faria isso contra jogadores mais diretos em condições perfeitas. Com 20-25 BBs você deve quase sempre shovar pre-flop ao invés de dar flat no seu oponente de range amplo. Lembre de pensar sobre a mão no futuro. Quão grande estará o pote no flop? Por exemplo, se seu oponente abre pra 2,5BB e você da call e todo o resto dá fold, com blind e antes o pote vai estar aproximadamente 7,5BBs no flop. Se você tem apenas 20BB pra começar, você não tem espaço para operar, já que o c-bet praticamente comita o oponente e será muito mais duro para ele se livrar de um par médio, ou algo do tipo.   

4) Sua mão.  A mão que você possui não é importante como as três partes anteriores, mas obviamente você irá preferir ter uma mão que pode acertar o flop bem, como um suited conector ou um par baixo, do que uma mão lixo. Também tente evitar mãos que tem terrível implied odds reverso, como A2o. O que você quer evitar é quebrar com um top pair fraco no raro cenário dos dois acertarem algo no flop.   Resumindo: Se você não está deep pelo menos 30BBs, não dê flat. Se você está inseguro se seu oponente está dando o raise com um range amplo, não dê flat. Se você não tem idéia de como ele joga pós-flop, não dê flat. Se você acha que ele pode estar em tilt, ou pode ser um blefador habitual que vao atirar em vários streets, ou pode ser um jogador MUITO bom capaz de fazer leituras perfeitas, não dê flat. Se seu oponente é um fish terrível que não vai largar um ace high em qualquer board nunca, não dê flat. Se sua mão é um 72o, não dê flat (na maioria dos casos). Se tem pessoas após você que são costumeiras de fazer um squeeze ou flat call, não dê flat. Mas se você esta enfrentando um multi-tabling regular e as circunstâncias parecem ser corretas, vá em frente e o faça. Você ficará surpreso do quão frequente funciona.

PARTE 2 EM BREVE. FIQUEM DE OLHO!!
Para fazer um comentário, você precisa realizar seu login ou se registrar.
Fazer o Quiz
Novo por aqui? Faça nossa Avaliação de Poker para iniciar o seu aprendizado.
já é um membro? Fazer Login
javascriptNotEnabled
Aprenda Estratégias básicas até avançadas
Pratique Melhore suas habilidades com os nossos Instrutores
Ganhe! Se estabelecer como um jogador ganhador
/Promoções em Destaque/
Bônus de Boas Vindas Bônus de Boas Vindas Bônus Para Novas Contas do PokerStars Ver detalhes
Quizzes InteliPoker Quizzes InteliPoker Aprenda e Ganhe com os nossos Cursos e Quizzes! Ver detalhes